quarta-feira, novembro 10, 2004

Comentário ao artigo “ A educação intercultural na escola e o reconhecimento do outro diferente.”

Comentário ao artigo “ A educação intercultural na escola e o reconhecimento do outro diferente.”

Em relação ao texto começo por referir a sua utilidade em termos de diferenciação clara de alguns conceitos importantes como interculturalidade e multiculturalidade ou estéreótipo e preconceito, dos quais, confesso, não fazia distinção.
Aliás, faço aqui uma pausa para dizer que me tenho apercebido que a frequência desta disciplina de currículo e cultura me fez tomar consciência de uma série de questões,das quais nunca tinha dado conta e, consequentemente, sobre as quais nunca tinha reflectido..
Voltando ao conteúdo do artigo retive algumas ideias fundamentais.
Em primeiro lugar a necessidade de a pedagogia intercultural ser flexível.É uma ideia que parece evidente mas não sei até que ponto será concretizada na prática..
Por outro lado, a ideia de a integração não se reduzir à questão dos imigrantes mas ter que levar em conta as diferenças de classes sociais, ideia esta que já tínhamos abordado na aula e que penso deverá ser operacionalizada.
Por último a ideia que me parece mais importante: a interculturalidade não pode ser um projecto da escola. Tem que ser um projecto da sociedade, que terá que valorizar a cultura das minorias.
Há cada vez mais a ideia que a escola tem que ser responsável pela educação integral das crianças. Quando a escola não o consegue chamam-se os Psicólogos que têm, que ser capazes de tratar os casos complicados e resolver, por vezes numa sessão, problemas que foram construídos ao longo de uma vida..Qual o papel da família na educação? Não devia ser esta a responsável pela transmissão dos valores fundamentais e pela formação dos seus jovens no respeito pelos outros independentemente das suas características pessoais, físicas, intelectuais, culturais?
Em síntese, com uma educação familiar sólida esta questão da interculturalidade seria em larga medida resolvida.

Sara Cardoso

Sem comentários: