quinta-feira, outubro 13, 2005

Currículo após investigação

Depois de tanto ler e ouvir falar de Curriculo, sinto-me de tal forma "inquietada" e sensibilizada para a problemática destes conceitos, que dei por mim durante a semana, em diversos momentos, a dialogar com os meus colegas de escola acerca deste assunto, procurando saber suas opiniões. Muito se divagou e muitas perspectivas se confrontaram.
Para alguns professores, o Currículo é apenas o programa de ensino onde apenas inclui os conteúdos a abordar e os objectivos a atingir. Para a maioria, embora reconhecendo que na prática não funciona, Currículo é muito mais que isso, como a vivência de experiências sistemáticamente planejadas, dizendo até que a escola tem uma cultura, uma vida, uma identidade e oferece condições para certas experiências.
Como tenho investigado sobre o assunto, foi-me possível acrescentar algo mais e se não se importam (porque sei que este tema está mais que debatido) deixem-me partilhar convosco reflectindo um pouco. Sim é verdade que o Currículo escolar é a vivência de experiências sistemáticamente planejadas, mas visando ao ensino e à aprendizagem de elementos culturais, selecionados e institucionalmente tidos como relevantes, para que as pessoas se tornem algo que essas experiências planejadas objectivam.
Neste sentido na escola não se experimenta qualquer coisa de qualquer maneira, para qualquer finalidades.
As experiências vivenciadas na escola embora tenham as suas especificidades, não se encontram separadas de outras situações socioculturais. Pode concluir-se que assim sendo, as experiências escolares convivem com as não escolares e que os mesmos sujeitos participam e aprendem a ser o que são, tanto por umas como por outras experiências sob as condições de ambas.
Então os sujeitos não podem ser tratados umas vezes como sujeitos escolares, outras vezes como sujeitos extra escolares, pois não deixam de ser o que são quando estão na escola ou fora dela: são seres humanos. O que entra em jogo no Currículo escolar, portanto, diz respeito à vida de homens e mulheres na sua integridade, o que nos leva a pensar nas possibilidades de articulação entre escola e comunidade.
Deve o Currículo:
- assegurar o direito às diferenças, formas de pensar e agir promovendo uma educação que respeite uma multiplicidade de saberes, valores e habilidades dos seus alunos
- basear-se em competências e experiências educativas
- ligar-se a três preocupações nucleares que se relacionam entre si: a diferenciação pedagógica através da diversificação das estratégias; a adequação às situações concretas e a flexibilização dos processos tornando-os menos rígidos e adaptando-os ao contexto educacional.
Consultei vários sites e peço desculpa por não referi-los. Não lembrei dessa obrigatoriedade. Prometo não voltar a repetir-se.

3 comentários:

Anónimo disse...

Yahoo! pairs MSM articles with blog postings
Yahoo Inc. announced on October 10 that it would begin joining blog postings with articles from ... Although the product director for Yahoo Search , Joff Redfern says that his company will clearly distinguish between professional and amateur content, the move has the potential to re-ignite the 'Journalists vs.
Hi, I was browsing the Web and came accross your site. I am pretty new to blogging and everything but it seems pretty fun. I have a site about manage depression that I just started last week. Well, I just wanted to comment and say you have a neat blog. keep it up and have fun blogging!

Thx.
SonnyM.

Anónimo disse...

Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I'll pay you $10 - $50 hr to work at home using your computer. All you need to do is visit my website and sign up for free.

Come and check it out if you get time :-)

mariajorge disse...

Parabéns Filomena pelo teu empenho.A título de resposta apresento o seguinte comentário:
A visão/concepção de currículo é partilhada por diversos estudiosos destacando-se Schawb (1969), Stennhouse (1984), Zabalza (1987), Gimeno (1988) e Kemmis (1988).
segundo estes autores o currículo existe em função de um determinado sistema educativo e, por isso, apresenta uma dimensão prática, materializando-se num projecto educativo, como um projecto dinâmico e interactivo. Por outras palavras,e na perspectiva actual o currículo é um todo organizado em função de questões previamente planificadas,do contexto em que ocorre e dos saberes, atitudes, valores, crenças que os intervenientes trazem consigo, com a valorização das experiências e dos processos de aprendizagem.
Deste modo, o currículo deve ser entendido como uma resposta às exigencias reais da escola e da sociedade.