sexta-feira, novembro 04, 2005

Bibliotecas escolares

Manifesto da Biblioteca Escolar

A biblioteca escolar proporciona informação e ideias fundamentais para sermos bem sucedidos na sociedade actual, baseada na informação e no conhecimento. A biblioteca escolar desenvolve nos alunos competências para a aprendizagem ao longo da vida e estimula a imaginação, permitindo-lhes tornarem-se cidadãos responsáveis.

Este manifesto consta de vários objectivos, dos quais deixo este para reflexão, não porque sejam menos importantes, mas pelo facto dele nos remeter para o currículo da escola:
• apoiar e promover os objectivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo da escola;
E nas vossas escolas, a biblioteca apoia e promove o currículo?
Este post foi publicado a pedido de Paula Baptista

4 comentários:

AntonioPacheco disse...

Concertos na biblioteca - livros na escola

Um protocolo celebrado entre a Academia de Música da ACML e a Biblioteca Municipal de Lousada permite a troca de música por livros... a Biblioteca disponibiliza todos os meses um determinado número de livros que ficam à disposição dos alunos da Academia que assim os podem requisitar. Em troca, a Academia de Música promove concertos e recitais com os seus alunos no espaço da Biblioteca, reforçando as parcerias e potencializando os recursos existentes. Uma troca vantajosa, para ambas as partes, benificiando aqueles por e para quem trabalhamos: as crianças, os alunos, a comunidade.

Delfim Peixoto disse...

Actualmente, a Biblioteca Escolar está amputada do seu objectivo. Vejamos: os alunos têm os horários completamente preenchidos e em virtude de o Seguro Escolar só cobrir as actiidades lectivas, os alunos não podem, fora do tempo lectivo estar na escla. isto acontece na minha escola. Sendo assim, a Biblioteca passou a ser um espaço para fazer " substituições", fazendo com que muitas vezes o elevado número de alunos em 45 minutos seja um momento de tensão, acompanhado de muitos conflitos nada favoráveis ao ambiente sereno que este espaço subentende. Além disto, somente a leitura domiciliária está a ser deveras aplicada ( do mal o menos), mas para que este espaço possa ser DE TODOS, deveriam os alunos ter a possibilidade de entrar, para ler e investigar nos seus momentos livres, isto é, mesmo nos períodos em que não têm aulas.

AntonioPacheco disse...

Delfim, não sei se a biblioteca está amputada do seu objectivo... o facto de os alunos, hoje, terem os tempos ocupados, também não sei até que ponto é justificação. Parece-me que a leitura (pouca) domiciliária já era opção anterior. Por outro lado, tenho ouvido colegas falar que estas aulas de substituição são de certa forma pouco aproveitadas... quem sabe se este tempo não poderá ser uma excelente forma de ocupação com leituras...

AnaOliveira disse...

"Biblioteca para Todos"

"As Bibliotecas Escolares
(...) a biblioteca moderna é concebida como um centro de recursos educativos, como um espaço vivo e dinâmico, indispensável a uma escola que se quer moderna e aberta à comunidade (...) estas, actualmente, são concebidas como espaços polivalentes onde há lugar não só para a leitura, mas também para o audio visual e, mais recentemente. para as tecnologias multimédia. (...)
Enquanto instrumento essencial no desenvolvimento do currículo escolar, a frequência da biblioteca afigura-se-nos como bastante importante na aquisição e desenvolvimento de certas competências, a saber: pesquisar, seleccionar e organizar informação, adoptar metodologias personalizadas de trabalho e mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para melhor compreender a realidade (fazem parte dos objectivos essenciais das bibliotecas escolares da Unesco (1979))."

Santos, Mª e Santos, Joaquim in Regedor et al. (2003, p.23) Biblioteca para Todos, Prodep, Espinho: Centro de Formação das Escolas de Espinho