domingo, novembro 06, 2005

Multiculturalidade na Bogalha

No passado dia 1 de Novembro li no jornal Correio do Minho uma reportagem sobre um projecto dedicado à multiculturalidade, cujo tema era: “A Bogalha sem Barreiras – a Multicultural idade e o respeito pelas culturas”. (Para quem não sabe, a Bogalha é um Infantário e A.T.L. em Braga)
Este foi o primeiro de seis workshops e tinha como tema: “Brasil – Tradição, Língua e Cultura”. Os petizes “vestiram-se” a rigor com a cara pintada com cores garridas ao longo de uma apresentação em que abordaram diversos aspectos relativos à cultura brasileira. O folclore e o traje tradicional em diversos contextos geográficos, a língua, a música, a arquitectura e a gastronomia foram os temas dimensionados.
O workshop incluiu também um almoço com uma ementa tipicamente brasileira, onde serviram farofa, picanha e ananás grelhado, permitindo às crianças conhecer o “sabor” brasileiro.
Foi o culminar de um trabalho desenvolvido pelos alunos da instituição ao longo do mês de Outubro consagrado ao conhecimento do Brasil. Conhecer a realidade cultural brasileira de forma a criar uma estrutura crítica que permitisse, entre outros objectivos, proceder à exposição de trabalhos realizados pelos alunos.
Esta iniciativa contou com a colaboração de duas alunas brasileiras do programa Erasmus, na U.M., e com um professor de capoeira.
“Espanha – Tradição e Cultura” será o tema do workshop apresentado este mês.
Iniciativas como esta são de se louvar, e são um exemplo a seguir. Permitem às crianças conhecer diversas realidades culturais e os seus costumes, aprender a assumir a diversidade e tentar perceber que existem múltiplas formas de viver. É importante mostrar-lhes que há várias culturas, mas que não há culturas melhores nem piores e todas devem ser respeitadas.

Sem comentários: