quarta-feira, janeiro 18, 2006

Ser Criador...

"Ser criador é o contrário de ser consumidor. E nós vivemos numa sociedade de consumo. A educação que favorece a criatividade ainda não é suficientemente tomada a sério pelas entidades oficiais. Através dela, as crianças tornam-se mais fortes, mais livres, mais responsáveis, com maior poder de iniciativa, além de desenvolverem uma boa relação de vizinhança, liberta do espírito de competição. E a nossa sociedade de consumo baseia-se na competição: exemplo disso é a escola, os concursos escolares, os prémios, as menções honrosas."
Stern, in Gonçalves, Eurico (1991, p.13).
Gonçalves, Eurico (1991). A Arte Descobre a Criança. Lisboa: Raíz Editora.

3 comentários:

AnaOliveira disse...

Segundo Read, in Malpique (1986, p.10), a “educação não pode deixar de ser o desenvolver, simultaneamente, a singularidade, a consciência ou reciprocidade sociais do indivíduo. (…) O indivíduo será, inevitavelmente, único, e esta singularidade, por ser algo que nenhum outro indivíduo possui, será um valor para a comunidade. (…) A educação deve ser, não só o processo de individualização mas também de integração, ou seja, de reconciliação da singularidade com a unidade social.”

Malpique, M., Leite, Elvira. (1986)
Espaços de Criatividade – A Criança que fomos/A criança que somos… Através da Expressão Plástica. Porto: Edições Afrontamento.

Susana Filipe disse...

Ana,
Não entendi o que quiseste dizer com este teu comentário ao teu próprio post. Estarás a querer mostrar os dois lados da mesma realidade?
Queres então dizer que a escola precisa de ser um espaço que mostre os dois lados da moeda?
Acredito verdadeiramente no que refere Stern no livro de Eurico Gonçalves. Custa-me aceitar que a escola seja um espaço onde a competição é usada como desculpa para a crescente desvalorização do individuo, da criatividade e dos seus sonhos.
Claro que a escola deve ser um local de relação com a sociedade, com tudo o que isso implica, mas não a qualquer custo.
O mundo será melhor quanto melhor for a preparação para esse mundo.

AnaOliveira disse...

Apenas queria reforçar o papel decisivo da escola... A forma como a escola se assume e organiza tem um forte impacto na formação individual e social da criança.