segunda-feira, outubro 03, 2005

O Eclipse de 3 de Outubro… Reflexão sobre Cultura e Competência Cultural


A reflexão sobre o texto “A propósito do conceito de currículo… O eclipse de 3 de Outubro” publicado pelo Prof. Varela, ontem aqui no blog, motivou esta minha primeira publicação.

Acordei às 9:00 am para poder ver o eclipse anular do Sol. Surpreendi-me quando coloquei os óculos para observação solar e vi que a passagem da Lua entre o Sol e a terra já tinha iniciado! Liguei o rádio, estavam a falar sobre o eclipse, liguei a televisão e vi que três dos quatro canais portugueses estavam a transmitir imagens do eclipse e entrevistas a observadores!
Pensei: Mas que competência cultural!

Grupos de profissionais ligados à astronomia organizaram observações públicas do eclipse um pouco por todo o país (Bragança, Porto, Lisboa), proporcionando às pessoas que se deslocaram até esses locais uma aprendizagem pela experiência. Escolas de todos os níveis de ensino participaram nestas observações organizadas ou criaram nos seus recintos observações acompanhadas por grupos de professores. Mas não só quem pode fazer tais deslocações obteve conhecimento sobre o Eclipse Anular do Sol! Organizaram-se também sistemas de divulgação desse conhecimento através da televisão e rádio. Tudo isto permitiu efectivamente situações inter-culturais.

O meu conceito de cultura e competência cultural, são os que apresento como “conclusão” desta reflexão.
Cultura: consequência de um conjunto de conceitos, símbolos, valores, comportamentos e atitudes que têm como finalidade criar um sistema contínuo e aberto de transmissão e criação de conhecimento.
Competência Cultural: capacidade de pôr em prática, de forma organizada, a transmissão de cultura através de situações inter-culturais.

3 comentários:

Margarida disse...

Concordo contigo, Marta, que realmente Portugal esteve em peso a acompanhar o acontecimento do eclipse. Acompanhou tanto, que a todas as escolas que telefonei entre as 09h45 e as 10h15 não tinham "pessoal" dos conselhos executivos disponíveis para contacto.
É pena Portugal não acompanhar tanto a vida cultural.

Varela de Freitas disse...

È necessário algum cuidado com o conceito de competência cultural. Como creio ter salientado, é um conceito relativamente recente, desenvolvido em especial nos EUA (por exemplo, por Cross e Bazron) tendo em vista a capacidade de percepção de diferentes culturas para que possam conviver harmoniosamente. Voltaremos ao tema na aula.

Marta Pinto disse...

De facto pela ajuda do comentário do Prof. Varela de Freitas, percebo que a minha afirmação foi precipitada, pois entendi competência cultural como capacidade de pôr em prática, de forma organizada, a transmissão de conhecimento dentro da mesma cultura.
Aguardo então pela próxima aula para esclarecer as minhas dúvidas sobre este conceito.
Obrigada.